segunda-feira, 8 de junho de 2009


Você sofre, muitas vezes, sem precisar e eu lhe socorro pra não o ver chorar.
Você imagina coisas que não vão acontecer e eu sigo atrás pra lhe fazer ver tudo que você não consegue perceber.
Você fica amuado, desconsolado e eu fico sempre do seu lado.
Você acha que na vida muita coisa não tem solução e eu lhe provo que tudo tem seu fim e sua razão.
Você é o meu anjinho de asa quebrada e eu sou a cola que a deixará consertada.
Você é cheio de dúvidas e incertezas e eu tento lhe mostrar que todo ser humano é composto por essas duas fraquezas.
Você tem o hábito de se queixar,de muito nervoso ficar e de, pela ansiedade, se deixar abalar.
Eu já lhe provei que a ansiedade cega e neutraliza a realidade.
Você se angustia, antecipadamente,por tudo que no futuro você imagina que poderá lhe deixar descontente.
Você é precipitado, é dengoso, é malcriado.
Eu tenho sido a sua consciência que lhe implora por clemência,por calma e conformação,por muita paciência e obstinação.
O diagnostico que hoje eu posso lhe dar é que você precisa se reinventar e, claro, continuar a me amar.
Quanto ao resto pode apostar,tudo voltará para o seu devido lugar.
Silvana Duboc

Um comentário: